Fechar
Você sabe como produzir um texto acadêmico ou científico?

Você sabe como produzir um texto acadêmico ou científico?

No livro Como produzir textos acadêmicos e científicos, a doutora em Linguística e Língua Portuguesa Ada Magaly Matias Brasileiro apresenta, de modo bastante didático, as orientações basilares para os trabalhos do cotidiano acadêmico, sem desconsiderar a teoria do método científico.

Conheça as convenções específicas do contexto acadêmico; as instruções da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para a formalização das produções acadêmicas; as orientações metodológicas e os fundamentos caracterizadores da pesquisa; e as definições dos 27 gêneros acadêmico-científicos corriqueiros ao estudante, tais como: resumo, resenha, pôster, portfólio, projeto de pesquisa, artigo, ensaio, relatório, monografia, dissertação, tese, além de orientações basilares de ordem metodológica e científica sobre o gênero, tipos, estrutura proposta, objetivos, dicas e exemplos.

No texto abaixo, extraído do primeiro capítulo do livro, você pode conhecer um pouco sobre pesquisa acadêmica e eletrônica e como essa obra pode contribuir no processo de desenvolvimento do seu projeto acadêmico.

Você sabe como produzir um texto acadêmico ou científico?

A elaboração da pesquisa acadêmica e a pesquisa eletrônica

Os dois principais compromissos do ensino superior são com a pesquisa e com a formação profissional. Para cumprir essas tarefas, o estudante precisa aprender a estudar, selecionando fontes confiáveis, promovendo o diálogo com os teóricos, buscando aplicar e questionar suas teorias, o que é algo desafiador.

[…] atividade básica da ciência na sua indagação e construção da realidade. É a pesquisa que alimenta a atividade de ensino e a atualiza frente à realidade do mundo. Portanto, embora seja uma prática teórica, a pesquisa vincula pensamento e ação.

Nesse sentido, a pesquisa é um conjunto de ações, propostas para encontrar a solução para um problema, que têm por base procedimentos racionais e sistemáticos. A pesquisa é realizada quando se tem um problema, para o qual ainda não há informações suficientes para solucioná-lo.

(…)

Os critérios para a pesquisa eletrônica

Normalmente, o primeiro impulso de pesquisa de um estudante, ao receber uma proposta de trabalho acadêmico, é a busca nas fontes eletrônicas. Para que a pesquisa tenha a qualidade esperada, é preciso prezar pelos critérios de seleção, compilados por Weitzel (2000):

a) Autoridade – diz respeito à reputação dos autores pesquisados e das instituições às quais se vinculam.

b) Atualidade – o pesquisador deve avaliar a obsolescência ou não da informação.

c) Cobertura/conteúdo – verificar se o tema foi tratado com a profundidade necessária ao documento consultado.

d) Objetividade – verificar se todos os lados do assunto são apresentados de maneira justa, sem favoritismos, preconceitos ou julgamentos tendenciosos.

e) Precisão – analisar se a informação disponível é verdadeira, oficial, autorizada, reconhecida e validada institucionalmente.

f) Acesso – verificar se a página da internet é estável ou está frequentemente ocupada para acesso ou fora do ar, se é paga ou gratuita. g) Aparência – avaliar se o texto foi revisado e se é bem estruturado.

Para sua melhor performance em pesquisas eletrônicas, faça busca em sites comprometidos com a divulgação de pesquisas científicas de qualidade. Eis alguns desses bancos de dados: Dedalus/USP, portais da SciELO e da Capes, PeriEnf, Lilacs, Medline, Cinahl, Embase, Cochrane Controlled Trials Database, Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações e as bases de dados constantes dos próprios sites das instituições de pesquisa e ensino superior. A busca também pode ser feita no Google Acadêmico.


O livro da professora Ada Magaly Matias Brasileiro é uma obra ideal para quem tem dúvidas na produção de TCC, projetos e teses de mestrado e doutorado. Encontre o livro nas principais livrarias, lojas online e em nosso site (link para o site).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.