Fechar
Aspas: adeus, dúvidas | Dad Squarisi
Xô, dúvida!

Aspas: adeus, dúvidas | Dad Squarisi

As aspas, urubus do texto, devem ser usadas com parcimônia. Empregue-as obrigatoriamente em:

  1. Citação: “A democracia seria o regime ideal se a liberdade solucionasse o problema econômico.” (Júlio Furtado)
  2. Declaração literal: O presidente criticou, indignado, o que o deputado chamou de “oportunismo eleitoreiro”.
  3.  Palavras empregadas em sentido diferente do habitual (em geral com ironia): Os participantes dos arrastões querem “administrar” os bens dos banhistas. O presidente do partido cedeu “cordialmente” alguns de seus segundos para o concorrente.
  4. Nome de artigo de jornal, título de matéria, capítulo de livro, poema, crônica, conto e similares: Na matéria “Falta comunicação”, publicada … O conto “Dia da caça”, de Rubem Fonseca, faz parte do livro O cobrador. Conhece o poema “Vou-me embora pra Pasárgada”, de Manuel BandeiraLi o artigo “A defesa geral do consumidor”, de Marilena Lazzarini.
  5. Apelidos, codinomes, alcunhas quando não vulgarizados (use aspas só na primeira referência): Valter Machado, o “Machadão”.
  6. Apelido intercalado ao nome próprio: Adílson “Maguila” Rodrigues, Maria das Graças “Xuxa” Menegel.
    1. Se o apelido é incorporado oficialmente ao nome, as aspas não têm vez: Luiz Inácio Lula da Silva.

Pontuação

  1. Quando a citação não inicia o período, mas o encerra, o ponto fica depois das aspas: Segundo Liberato Póvoa, “vai haver fraude nas eleições”.
  2. Se a citação inicia e encerra o parágrafo, o ponto fica dentro das aspas: “Se houver possibilidade de ficarmos juntos no governo, melhor.” Essas palavras…
  3. Na hipótese de suspensão de uma frase escrita entre aspas, fecham-se as aspas e abrem-se depois: “A democracia? Vocês sabem o que é?” – perguntou Clemenceau.”O poder dos piolhos de comerem os leões.”  “A democracia”, escreveu Alceu Amoroso Lima, “é regime de convivência, não de exclusão.”
  4. Na transcrição de discursos, documentos e similares, abrem-se aspas no começo do texto e fecham-se só no final, não a cada início de parágrafo.
    1.  Se, porém, for acrescentado algum título auxiliar ou intertítulo, fecham-se as aspas antes dele e abrem-se depois.
  5. Usam-se aspas simples em citação dentro da citação ou em títulos se necessário.

Fonte: Blog da Dad


Dad Squarisi transita com desenvoltura pelo universo da língua. É editora de Opinião do Correio Braziliense, comentarista da TV Brasília, blogueira, articulista e escritora. Assina as colunas Dicas de Português e Diquinhas de Português, publicadas por jornais de norte a sul do país; Com Todas as Letras, na revista Agitação, e Língua Afiada, na Revista do Ministério Público de Pernambuco. Formada em Letras, com especialização em Linguística e mestrado em Teoria da Literatura, concentra o interesse, sobretudo, na redação profissional – o jeitinho de dizer de cada especialidade, cada grupo, cada mídia. Mas é tudo português. A experiência como professora do Instituto Rio Branco, consultora legislativa do Senado Federal e jornalista do Correio Braziliense iluminou o caminho dos livros Dicas da Dad – Português com humor, Mais dicas da Dad – Português com humor, A arte de escrever bem, Escrever melhor (com Arlete Salvador), Redação para concursos e vestibulares (com Célia Curto), Como escrever na internet, 1001 dicas de português – manual descomplicado, Sete pecados da língua, publicados pela Contexto, além de Superdicas de ortografia, Manual de redação e estilo para mídias convergentes, dos Diários Associados, e de livros infantis – de mitologia e fábulas.