Fechar
1 de dezembro | Dia do Imigrante

1 de dezembro | Dia do Imigrante

Imigrante é a pessoa que entra em um país estranho e nele constrói a sua vida, em razão de não ter encontrado em seu país de origem soluções para seus problemas socioeconômicos, ou por espírito de aventura, guerras, razões políticas, ou mesmo para poder estudar.

No Brasil, a imigração se tornou muito intensa. Teve início quando o governo percebeu, depois da Independência, que era preciso garantir as fronteiras, visto ser o país muito extenso.

Os portugueses vieram como imigrantes para o Brasil em 1853 e se fixaram em São Paulo, sobretudo nas fazendas de café, mas se espalharam também pelo interior do país, estabelecendo padarias, mercearias, serralherias etc.

Italianos, alemães, russos, poloneses e ucranianos, entre outros povos europeus, dirigiram-se para o Sul, povoando as serras e os vales dos rios. A leva de italianos – mais de um milhão – chegou entre 1884 e 1903. A maioria deles assentou em São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Um número pequeno foi para o Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Os alemães chegaram em 1924 e fundaram colônias no Rio Grande do Sul, no Paraná e em Santa Catarina. Neste estado, fundaram Joinville, Blumenau e Brusque.

Os japoneses chegaram ao Brasil em 1908, em razão de problemas socioeconômicos. Foram para o interior de São Paulo, para trabalhar nas fazendas de café, mas também se dirigiram para as zonas agrícolas de outros estados brasileiros. Os que ficaram nas cidades, como São Paulo, estabeleceram-se como pequenos comerciantes.

Os imigrantes difundiram a pequena propriedade, a policultura, o trabalho familiar, o cultivo da uva e a mentalidade empresarial. Exerceram influência não só na nossa língua, na arquitetura, nos usos e costumes, como também contribuíram na formação do povo brasileiro, em virtude da miscigenação.

A imigração sempre aconteceu e continuará acontecendo em todo o mundo, sobretudo depois da globalização, pois todos podem se comunicar, via internet, com pessoas das mais diversas culturas.

 

 

 


O Dia do Imigrante é comemorado desde novembro de 1957, quando o decreto no nº 30.128, de 14/11/1957, assinado por Jânio Quadros, determinou: Artigo 1.º – Fica instituído o “Dia do Imigrante”, a ser comemorado pelo Departamento de Imigração e Colonização, da Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, anualmente, na l.a Dominga do Advento. O advento, que significa “vinda, chegada”, corresponde às quatro semanas que antecedem o Natal e, entre os católicos, esse período é dedicado à preparação espiritual antes da vinda de Jesus. No Memorial do Imigrante, localizada na capital paulista, a festa acontece em 25 de junho, quando se encerra a semana das festividades da colônia japonesa, iniciada em 18 de junho, Dia Nacional da Imigração Japonesa.

Fontes: Promoview | Jornal A Semana
Lei: nº 30.128, de 14/11/1957