Fechar
Stalingrado 1942 – o início do fim da Alemanha nazista

Stalingrado 1942 – o início do fim da Alemanha nazista

A Segunda Guerra Mundial mal havia acabado quando o jornalista Alexander Werth publicou Stalingrado. Ao acompanhar uma das batalhas mais sangrentas da Segunda Guerra Mundial, Werth teve acesso a oficiais, especialistas militares e artigos especializados dos jornais do Exército. Foi um dos poucos jornalistas “estrangeiros” a cobrir a frente Oriental. Na verdade, Werth não era verdadeiramente estrangeiro: nasceu em São Petersburgo em 1901 e mudou-se com a família, que fugia da Revolução Russa, para a Inglaterra, onde se formou jornalista. Era tão fluente em russo quanto em inglês e isso, sem dúvida, foi essencial para o seu papel de correspondente de guerra.

stalingrado3dA Batalha de Stalingrado durou mais de seis meses: do final de julho de 1942 até 2 de fevereiro de 1943. Compõe, junto com a Batalha de Moscou e o Cerco de Leningrado, um dos grandes embates entre soviéticos e alemães na Segunda Guerra, com perdas imensas dos dois lados. Este livro, publicado originalmente em janeiro de 1946, une o sabor da cobertura jornalística com o rigor da pesquisa que o autor fez ao término do conflito. Assim que os alemães capitularam, Werth chega a uma Stalingrado ainda traumatizada e nos relata com vivacidade tudo o que observa. Apesar das décadas que os separam, o leitor, ao mergulhar nesta obra, sente-se andando pelas ruas que, havia tão pouco tempo, eram palco da sangrenta batalha.

A Editora Contexto tem orgulho em apresentar esta obra clássica, até hoje considerada insuperável.

Sobre o autor

Alexander Werth nasceu em 1901, em São Petersburgo. Foge com a família para a Grã-Bretanha e se instala em Glasgow, onde faz os estudos superiores e se forma em Jornalismo. Contratado pelo Manchester Guardian, vai para Paris, como correspondente, nos anos 1930. Durante a Segunda Guerra Mundial, torna-se correspondente da BBC e do Sunday Times e embarca no avião que leva a Moscou os membros da missão militar britânica. Werth permanecerá na URSS até maio de 1948, retornando à Grã-Bretanha apenas por alguns meses, de outubro de 1941 a maio de 1942.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.