Fechar
Tragédias em época de chuvas | Paulo Saldiva

Tragédias em época de chuvas | Paulo Saldiva

Descontrole no uso e ocupação do solo causa tragédias em época de chuvas. Paulo Saldiva analisa problema recorrente nas grandes cidades brasileiras, agravado pelas alterações climáticas e pela falta de um projeto consistente de desenvolvimento urbano

Tragédias em época de chuvas | Paulo Saldiva

O ano de 2022 começou com muitas chuvas e os problemas delas derivados. O fenômeno conhecido como La Niña está provocando alterações climáticas, que afetam principalmente as regiões Sudeste e Nordeste. Deslizamentos de terras em Franco da Rocha causaram dezenas de mortes, atingindo diretamente as pessoas menos favorecidas. Para Paulo Saldiva, um dos motivos da tragédia é o descontrole no uso e ocupação do solo, “a deterioração econômica de nossa população faz com que os que menos têm vão morar onde haja mais riscos, muitas vezes até sob a liderança do crime organizado, que organiza essas ocupações irregulares”.

Por outro lado, há trabalhos já de décadas que mostram a vulnerabilidade climática das metrópoles brasileiras, mapeando as áreas de risco e de deslizamentos a partir das previsões climáticas e da história do uso e ocupação do solo nas grandes metrópoles brasileiras. Segundo Saldiva, a solução para esse problema não é fácil e vai ter de se gastar muito dinheiro para corrigir algo que já deveria ter sido resolvido no passado. “As nossas cidades representam uma variedade de temas e de problemas a serem resolvidos, mas a gente pode prever com segurança que as alterações climáticas e as consequências desses desajustes e imprevisibilidade sobre como vai ser nosso tempo, nossa chuva, nossa provisão de água vão fazer parte, cada vez mais, da nossa rotina. Nós temos, de um lado, carência de água nos reservatórios e excesso de água nas áreas de risco”, diz ele, acrescentando que faz muita falta um projeto mais consciente e organizado de desenvolvimento urbano.

Fonte: Jornal da USP por Paulo Saldiva

O professor Paulo Saldiva é autor do livro Vida urbana e saúde

Tragédias em época de chuvas | Paulo Saldiva

Somos um país urbano: 84% da população brasileira concentra-se em cidades e ao menos metade vive em municípios com mais de 100 mil habitantes. Mas a vida urbana não traz apenas novas oportunidades. Ela propicia doenças provocadas por falta de saneamento, picadas de mosquitos, poluição, violência, ritmo frenético… E tudo isso não ocorre mais apenas nas grandes cidades, mas também nas médias e mesmo pequenas, quase sempre negligenciadas pelo poder público e pelos próprios cidadãos. Mas, afinal, o que fazer para ter boa qualidade de vida nas cidades? Assim como o médico deve pensar na saúde dos seus pacientes – e não apenas em tratar determinada doença –, uma cidade saudável é aquela em que seus cidadãos têm boa qualidade de vida. E o médico Paulo Saldiva, pesquisador apaixonado pelo tema, mostra que é possível, sim, melhorar e muito o nosso dia a dia. 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.