Fechar
Talibã toma palácio presidencial em Cabul

Talibã toma palácio presidencial em Cabul

Após fuga do Presidente, Talibã toma palácio presidencial em Cabul. ‘O Talibã venceu…’, admite Ashraf Ghani, presidente do Afeganistão, em comunicado.

Antes de tomar o controle do palácio presidencial, localizado em Cabul, no Afeganistão, o grupo extremista Talibã motivou a fuga de Ashraf Ghani, presidente do país.

Talibã toma palácio presidencial em Cabul
O presidente em 2014 – Getty Images

O Al Jazeera explica, através de um ex-guarda do presidente, que o palácio foi entregue pacificamente ao grupo extremista.

Em suas próprias palavras, reveladas através de um comunicado no Facebook, o mandatário explicou que a decisão foi motivada pelo fato que Cabul seria tomada pelo caos numa possível recusa, afinal “incontáveis patriotas seriam martirizados e a cidade de Cabul seria destruída”.

“O Talibã venceu… E agora é responsável pela honra, propriedade e autopreservação de seus compatriotas”, explica o comunicado.

“Agora eles enfrentam um novo teste histórico. Ou preservam o nome e a honra do Afeganistão ou dão prioridade a outros lugares e redes”, diz.

Quanto ao destino do presidente, um oficial do Ministério do Interior afegão também declarou à Reuters que que ele embarcara rumo ao Tajiquistão, fronteira com o norte do Afeganistão.

“Todas as pessoas ricas, os empresários, devem estar seguros e protegidos. Nenhum dos combatentes do Talibã tem permissão de ir a qualquer casa ou fazer buscas em empresas. O Emirado Islâmico lhes dá proteção total e eles devem seguir seguros e sem preocupações”, explicou Zabihullah Mujahid, porta-voz do grupo.

Fonte: Aventuras na História