Fechar
Restauração no Instituto Butantan revela curiosas pinturas

Restauração no Instituto Butantan revela curiosas pinturas

Restauração no Instituto Butantan revela curiosas pinturas cobertas por forro há anos. Descoberta feita na antiga sala idealizada por Vital Brasil

Registro de uma das pinturas reveladas – Wallacy Ferrari, Aventuras na História

Após as instigantes descobertas feitas no solo do Instituto Butantan, o site Aventuras na História conferiu de perto os itens que foram revelados. Obras que tem como objetivo modernizar a estrutura local, respeitando as condições do local revelaram uma garrafa de creolina, uma garrafa de vinho, uma ampola e um tijolo de basalto.

Dada importância histórica, o Instituto também apresentou a equipe de reportagem do site Aventuras na História uma impressionante revelação feita na Biblioteca do centro de pesquisas, um prédio criado por Vital Brasil, médico, sanitarista e pesquisador.

“Esse prédio foi idealizado por Vital Brasil. Ele pensou que aqui nós teríamos laboratório de pesquisa; a produção de soros. Aqui em cima temos a sala do Vital Brasil e ele também idealizou a biblioteca e espaços para fazer conferências e para receber visitantes”, explica Joanita Lopes, diretora técnica da biblioteca do Instituto Butantan.

Rica descoberta
As obras de restauração revelaram pinturas desconhecidas, até então, que acabaram sendo ‘escondidas’ pela estrutura original no decorrer dos anos. Em uma sala criada pelo pesquisador para receber visitantes, ilustrações marcantes eram cobertas por um antigo forro.

As pinturas mostram ilustrações que vão desde divindades mitológicas até Edward Jenner e Louis Pasteur.

“Essa era a sala idealizada pelo Vital Brasil para receber os visitantes. Aqui existia um forro, que cobria essas pinturas. Aqui podemos observar vários elementos nessas pinturas, que retratam o universo da Ciência”, enfatiza Joanita.

120 anos de História
Nos 120 anos do Instituto Butantan, as descobertas feitas recentemente enfatizam a importância de valorizar o patrimônio histórico brasileiro.

“Nós utilizávamos essa sala para aulas, para defesas de teses. A gente não tinha esses elementos a mostra. Agora, com essa obra de restauro, nós daremos mais vida, mais visibilidade e mostrar a importância de investir e manter nosso patrimônio histórico”, explica Joanita.

Fonte: Aventuras na História