Fechar
Perfil: Mirelle Iano

Perfil: Mirelle Iano

Para celebrar os 30 anos da Editora Contexto, nada melhor que apresentar quem faz a Contexto que você conhece.

Fale sobre você, Mirelle
Sou formada em Letras (fiz Português e Francês) e sempre gostei muito de ler, mas nem sempre soube que queria trabalhar com livros, ou, mais especificamente, em uma editora. Depois de entrar na faculdade quis explorar as possibilidades profissionais que o curso oferecia e, em dado momento, acabei entrando na Contexto como estagiária, sem experiência na área. Hoje, ocupo o cargo de coordenadora de produção.

Que atividades você realiza no seu dia a dia na editora? E do que você mais gosta na Contexto?
Diferentemente do que muitas pessoas pensam quando digo que trabalho em uma editora, não reviso nem edito as obras. O livro, para chegar até o produto final, passa por diversas etapas. Basicamente sou, então, na verdade, a responsável por coordenar essas diversas etapas de produção dos livros. O dia a dia no departamento é sempre bastante atarefado. Produzimos diversas obras simultaneamente, cada uma em uma etapa diferente da linha de produção, cada uma com suas próprias características e dificuldades. Esse trabalho envolve também tudo o que vem com os livros: autores, revisores, diagramadores, questões burocráticas relacionadas a pagamentos e custos, planejamentos etc.

Gosto muito do ambiente de trabalho, principalmente da relação que estabeleci com os colegas, em especial com aqueles que fazem parte do mesmo departamento. Nossas trocas são baseadas em respeito e parceria, essenciais para um convívio diário saudável, na minha opinião.

Qual a decisão mais difícil profissionalmente que você tomou até hoje?
Sinceramente, não me lembro de nenhuma tomada de decisão que tenha sido particularmente difícil. Creio que tive muita sorte até agora de contar com muito apoio dentro do trabalho e fora dele também, quando o lado pessoal precisou dar respaldo ao lado profissional.

Conte uma história marcante vivida na editora.
Virar foto de capa em um dos livros! Mais do que marcante, diria que foi bastante inusitado. Meu parceiro de produção, o Gustavo, que, além de ser diagramador e capista, é fotógrafo também, precisava fazer o layout de capa de um dos nossos livros. Assim, resolveu a ilustração da capa me fotografando… de costas! (Dificilmente serei reconhecida!)