Fechar
Onde? Aonde? | Dad Squarisi

Onde? Aonde? | Dad Squarisi

aonde é respeitável senhora casada. Resulta do encontro da preposição a com o pronome onde. Mas a união só ocorre com verbos de movimento que exigem a preposição a. Os verbos ir, chegar e conduzir, por exemplo. A gente vai a algum lugar. Chega a algum lugar. Conduz a algum lugar: Aonde você vai? Vou ao Rio. Não sei aonde você vai. Gostaria que me dissesse aonde você vai. Cheguei a Brasília. Aonde a Lava-Jato quer chegar? Sei mais ou menos aonde ela quer chegar. Ela provou que tem capacidade para chegar aonde chegou. Aonde nos conduzirão as mídias sociais? Ninguém sabe aonde nos conduzirão as mídias sociais.

Atenção, marinheiros de primeira viagem. Não se precipitem. Nem caiam em armadilhas. O verbo assistir, por exemplo, exige a preposição a (a gente assiste a alguma coisa). Mas não é verbo de movimento. Com ele, o aonde não tem vez: Onde você assistiu ao programa? Não sei onde você assistiu à peça. Pode me dizer onde você assistiu ao espetáculo?

Fonte: Blog da Dad


Dad Squarisi transita com desenvoltura pelo universo da língua. É editora de Opinião do Correio Braziliense, comentarista da TV Brasília, blogueira, articulista e escritora. Assina as colunas Dicas de Português e Diquinhas de Português, publicadas por jornais de norte a sul do país; Com Todas as Letras, na revista Agitação, e Língua Afiada, na Revista do Ministério Público de Pernambuco. Formada em Letras, com especialização em Linguística e mestrado em Teoria da Literatura, concentra o interesse, sobretudo, na redação profissional – o jeitinho de dizer de cada especialidade, cada grupo, cada mídia. Mas é tudo português. A experiência como professora do Instituto Rio Branco, consultora legislativa do Senado Federal e jornalista do Correio Braziliense iluminou o caminho dos livros Dicas da Dad – Português com humor, Mais dicas da Dad – Português com humor, A arte de escrever bem, Escrever melhor (com Arlete Salvador), Redação para concursos e vestibulares (com Célia Curto), Como escrever na internet, 1001 dicas de português – manual descomplicado, Sete pecados da língua, publicados pela Contexto, além de Superdicas de ortografia, Manual de redação e estilo para mídias convergentes, dos Diários Associados, e de livros infantis – de mitologia e fábulas.